Quiz Mix

Convenhamos, nunca ninguém é um expert nesta vida! 🙂

Estamos sempre a aprender, estão sempre a ser divulgadas novas descobertas, novos conhecimentos. Qualquer ciência, para ser ciência, é contestável, é permanentemente sujeita a revisões e questionamentos. Nada é absoluto e para sempre!

Mas como acredito que muitos de vocês já estão a um nível de conhecimento nutricional digno de ser testado (e porque muitos de vocês me pediram… :)) Aqui fica mais um QUIZ Mix Paleo / Primal!

Espero que acima de tudo se divirtam e aprendam algo mais. Se os resultados não forem os que esperavam, usem como “desculpa” para aprender mais! 🙂

No final partilhem para chegar a mais pessoas e para que se saiba o quanto são “uns sabichões” 🙂

#1 Existe um macro-nutriente NÃO essencial à nossa sobrevivência. Indique qual…

Existem tanto aminoácidos essenciais (proteína), como ácidos gordos essenciais (indispensáveis à vida). NÃO existem açucares essenciais.
Print Friendly, PDF & Email

#2 Qual das seguintes opções NÃO é recomendada em Paleo / Primal?

Galinhas NÃO são vegetarianas e uma alimentação à base de grãos, com forte componente de soja NÃO constitui uma fonte saudável de nutrientes…

Print Friendly, PDF & Email

#3 Vegetais verdes são sobretudo fontes de que macro-nutriente?

#4 Sumo natural de uva, sem açúcar adicionado, por ml tem frequentemente mais açúcar que refrigerantes

#5 Dois dois alimentos abaixo, indique qual tem maior biodisponibilidade de cálcio…

A biodisponibilidade do cálcio do espinafre é de apenas 5%.

Dos 115 mg de cálcio presentes em uma porção de espinafre, apenas 6 mg são absorvidos. Isso significa que precisaríamos consumir 16 chávenas de espinafre para obter a mesma quantidade de cálcio biodisponível em um copo de leite!

Geralmente os vegetais crucíferos têm uma biodisponibilidade de cálcio muito boa (entre 50 a 60%), enquanto que a maioria das outras plantas não. Do feijão, por exemplo, absorvemos menos de 20% do cálcio, do ruibarbo, cerca de 9%.

Isso significa que o cálcio presente nos bróculos (crucífero) é de alta absorção, mas tendo em conta a quantidade presente, seria necessário ingerir 3 chávenas de brócolos cozidos para equivaler ao cálcio de um copo de leite.

Na ingestão de ossos e leite, absorvemos uns bons 30 ou 40% do cálcio presente.

Isso significa que se o individuo tolerar bem lactose e caseína, leite o mais cru e natural possível, pode ser uma boa alternativa. No entanto existe uma grande percentagem de pessoas com reacções autoímunes ao leite.

Print Friendly, PDF & Email

#6 Qual o alimento mais rico em ferro biodisponível?

O ferro pode ser encontrado nos alimentos-fonte, em alimentos fortificados e em alimentos contaminados com o mineral. No caso dos alimentos-fonte, as carnes possuem ferro de alta biodisponibilidade (cerca de 40% na forma heme), cujas taxas de absorção variam entre 10% e 12% para carne de aves e peixes e 20% e 24% para carne bovina. Vale acrescentar que qualquer tipo de carne (tecido muscular), incluindo aquelas de mais baixo custo, possui ferro de alta biodisponibilidade. As vísceras, como o fígado, coração, língua e miúdos de galinha, também são fonte de ferro heme, sendo que o fígado se destaca por conter uma quantidade significativa de ferro.

Ácido fítico ou fitato, abundante nos cereais e leguminosas, constitui um dos principais inibidores da absorção do ferro não heme. Estes reagem com o ferro, formando sais insolúveis que se precipitam no intestino, inibindo assim a absorção do mineral.

Polifenóis Os compostos fenólicos, tais como os ácidos fenólicos, flavonóides e taninos, são potentes inibidores da absorção de ferro e estão presentes em alimentos de origem vegetal (particularmente encontrados na película de leguminosas e nos cereais integrais).

Print Friendly, PDF & Email

#7 São considerados ovos de produção biológica quando:

  • 0 – modo de produção biológica: são ovos provenientes de galinhas criadas de forma biológica, ou seja, em que 80% do seu alimento deve ser de origem biológica. O produtor deve assegurar que cada ave tem, pelo menos, 4 m2 de espaço ao ar livre. No interior, cada pavilhão pode conter no máximo três mil animais e não pode ter mais de seis galinhas por metro quadrado.
Print Friendly, PDF & Email

#8 Alimentos rotulados como “Naturais” são mais benéficos do que “orgânicos”?

“Natural” é um rótulo enganador que alguns fabricantes utilizam em alimentos cuja produção não chega a cumprir com os critérios mais rigorosos dos “orgânicos”.

Print Friendly, PDF & Email

#9 Dietas Low Carb / High Fat, estão associadas com eficiente perda de peso e melhor controle glicêmico. Estas caracterizam-se por:

#10 Qual é o melhor indicador de que um ovo foi posto por uma galinha mais saudável?

99% da população acredita que ovos mais castanhos são indicadores de mais saudável. Na realidade não passa de um truque de marketing! Esses ovos são nutricionalmente iguais aos outros ovos. A maior diferença assenta em a galinha que colocou o ovo, ter ou não ingerido uma quantidade moderada de proteína que encontra bicando no pasto, ao ar livre. Dietas ricas em proteínas (insectos e vermes) e cálcio fornecem uma gema maior, de cor amarelo-escura, com uma casca mais espessa.

Print Friendly, PDF & Email

#11 A etiqueta “criada no solo” significa que o animal passa pelo menos 60% do seu tempo no exterior.

ovo de galinha criada no solo: as galinhas vivem em pavilhões fechados, onde se podem mover mais ou menos livremente. A densidade animal não deve ser superior a nove galinhas por m2. A superfície de cama de galinha deve ocupar, pelo menos, um terço do chão do aviário. Devem existir manjedouras e bebedouros em locais separados. Tirando a superfície de cama, o chão é constituído por grelhas para onde vão os excrementos. Os pavilhões dispõem de ninhos e poleiros.

Print Friendly, PDF & Email

#12 Açaí é uma fruta brasileira, em que cerca de 75% das calorias são provenientes de:

Terminar

Resultados

Parabéns !!

Não há dúvida que demonstrou ter conhecimentos já bastante sólidos! mas lembre-se…há sempre lugar para mais conhecimentos…  😉 

Print Friendly, PDF & Email

Bolas!  😥  lamento…

Aparentemente necessita de rever alguma da informação e ler um pouco mais sobre o conceito… Se necessitar ajuda ou recomendações de leituras, não hesite em questionar… 😉

Print Friendly, PDF & Email
Quiz Mix

Tenho falado tantas vezes na necessidade de distinguir os níveis e os tipos de evidência (para avaliar estudos, sobretudo), que achei por bem deixar aqui…

Ciência (do latim scientia, traduzido por “conhecimento”) refere-se a qualquer conhecimento ou prática sistemáticos. Em sentido estrito, ciência refere-se ao sistema de adquirir conhecimento baseado no método científico bem como ao corpo organizado de conhecimento conseguido através de tais pesquisas.

A ciência é o esforço para descobrir e aumentar o conhecimento humano de como o Universo funciona.

O método científico refere-se a um aglomerado de regras básicas dos procedimentos que produzem o conhecimento científico, quer um novo conhecimento, quer uma correção (evolução) ou um aumento na área de incidência de conhecimentos anteriormente existentes.

A metodologia científica se reforça no pensamento de René Descartes, que foi posteriormente desenvolvido empiricamente pelo físico inglês Isaac Newton. Descartes propôs chegar à verdade através da dúvida sistemática e da decomposição do problema em pequenas partes, características que definiram a base da pesquisa científica.

O Círculo de Viena acrescentou a esses princípios a necessidade de verificação e o método indutivo. Karl Popper demonstrou que nem a verificação nem a indução sozinhas serviam ao propósito em questão – o de compreender a realidade conforme esta é e não conforme gostar-se-ia que fosse – pois o cientista deve trabalhar com o falseamento, ou seja, deve fazer uma hipótese e testar suas hipóteses procurando não apenas evidências de que ela está certa, mas sobretudo evidências de que ela está errada. Se a hipótese não resistir ao teste, diz-se que ela foi falseada. Caso não, diz-se que foi corroborada. Popper afirmou também que a ciência é um conhecimento provisório, que funciona através de sucessivos falseamentos. Nunca se prova uma teoria científica.

Print Friendly, PDF & Email

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here