“O meu “click” foi a balança, se disser que não foi, minto…com 26 anos, deparei-me com as dores nos joelhos, ossos e articulações. Não conseguia brincar com os meus filhos ajoelhada no chão, não conseguia simplesmente agachar-me para apanhar os brinquedos caídos. Baixar-me e levantar-me sem que me custasse horrores…”

Existem algumas pessoas, no panorama nacional do “esforço” de divulgação do estilo de Vida Paleo / Primal, que se destacam, pela sua capacidade de inspirar, motivar e “comunicar a nossa mensagem”. São pessoas que conquistaram a afeição e confiança da comunidade Paleo / Primal e são frequentemente apontadas como referência e exemplo…

NUTRIrevolução convidou algumas dessas pessoas a partilharem connosco um pouco da sua “história” e experiência nestas opções “alternativas” de alimentação e modo de vida…

PERFIS PALEO

Ser Feliz, Ser PaleoA maioria das pessoas que um dia decidem “expor-se”, partilhar as suas escolhas e opções de vida, as suas ideias, experiências e resultados, na expectativa de conseguir ajudar outras pessoas, frequentemente têm uma história por trás disso. Uma experiência, por vezes um “choque”, que os desperta para a necessidade de mudança. Os americanos chamam-lhe um “Oh Shit!… moment” 😉

Para uns será “aquele” Kg a mais que finalmente os assustou, uma ameaça de doença cardio-vascular, colesterol elevado ou diabetes, um familiar que descobriu uma doença, etc…

Essas pessoas são excelentes “embaixadores da mudança”, porque são protagonistas de uma história real, porque passaram pelo mesmo, sentiram as dificuldades e limitações. São também as provas vivas que é possível fazer melhor, atingir resultados, mudar vidas…

São pessoas que regularmente reservam momentos que poderiam ser para a família, para lazer, para os amigos… para os usar para se dirigirem a “estranhos” e tentar motivá-los, auxiliá-los a fazer diferença nas suas vidas. A Liliana Bento é uma dessas pessoas e merece por isso o meu inquestionável respeito e admiração.

Ser Feliz, Ser Paleo – Partilhas, exemplos de vida

Quer através da sua página “Ser Feliz, Ser Paleo“, com mais de 25.100 seguidores, quer através da sua presença sempre activa e atenta, colaborando com as suas partilhas, respostas e esclarecimentos de dúvidas em vários grupos facebook, a Liliana é uma das pessoas que faz diferença…

A Liliana é ainda, desde o ínicio do PAP | Projecto de Apadrinhamento Paleo, uma das “madrinhas” dedicadas a ajudar a mudar vidas de iniciantes à Paleo / Primal. A sua experiência e conhecimentos têm sido preciosos a quem tem tido a sorte de ser seleccionado para esse projecto.

A Liliana é ainda uma excelente cozinheira e pasteleira Paleo. A sua página é testemunho disso mesmo e já neste artigo tinha tido oportunidade de vos apresentar os seus “produtos” (pois também “auxilia” quem não tem tempo para se dedicar à cozinha…).

Liliana Bento - Amamentação

A Liliana é mais uma “mulher guerreira”, mãe de três filhos e a tentar conciliar as suas necessidades, o seu papel de mãe, de esposa, de profissional… e ainda reservar tempo para outros… há que valorizar e agradecer!

Pela nossa experiência pessoal, pelas especificidades das experiências de cada um, as contribuições de cada um tendem a focar-se mais num ou noutro ponto. Quando a Liliana aborda temas como maternidade e amamentação na Paleo / Primal, ou ainda mais especificamente sobre PHDA (Perturbação de Hiperatividade / Défice de Atenção) fá-lo com a paixão e conhecimentos de uma mãe extremosa e preocupada. Poucos sentirão mais de perto essas questões do que uma mãe. Um destes dias “desafio-a” para me “ajudar” a escrever sobre o assunto, mais especificamente sobre a relação da nutrição com a PHDA… 😉 

Ser Feliz, Ser Paleo - Doces

ENTREVISTA

  • Quando consideras que iniciaste a tua “descoberta” de um estilo de vida e nutrição Paleo / Primal (ou a “tua” forma de descrever o que segues)?

Acho que dei início à minha descoberta quando por acaso bati de caras com o conceito Paleo através de uma amiga. Intrigada com o seu significado, pesquisei sem mais demoras, fartei-me de ler, mesmo no sentido literal da palavra, farta… 😉 já estava farta de ler, mas quanto mais lia, mais queria ler.. fartei-me de comprar livros, ler sites, procurar páginas de pessoas que seguissem e relatassem o que era efectivamente a Paleo. Descobri e fiquei fascinada com a descoberta.

  • Quais foram as tuas motivações? O que provocou o “click”?

O meu “click” foi a balança, se disser que não foi, minto. Foi de facto a balança que me deu o “click”, que me mostrou de caras que estava na hora de mudar. Em 5 anos, 3 gravidezes, 30 kg a mais do que tinha em solteira.
Na altura, com 26 anos (quase 3 atrás), deparei-me com as dores nos joelhos, ossos e articulações. Não conseguia brincar com os meus filhos ajoelhada no chão, não conseguia simplesmente agachar-me para apanhar os brinquedos caídos. Baixar-me e levantar-me sem que me custasse horrores…
A juntar à minha condição física, foi o susto do meu filho de 2 anos na altura ter Diabetes. Tinha os sintomas todos, mas felizmente, após alguns exames e despistes não se veio a desenvolver. Foi este o meu “click” mais forte e que me tirou o chão debaixo dos pés.

A minha vida e a de quem me rodeava tinha de mudar e era já, naquele exacto momento. E mudou.

Liliana Bento - Antes e Depois

  • Como descreves os primeiros tempos? Foi difícil a “mudança” de opções?

Os primeiros tempos foram de muita pressão. Movida pelo susto da presença dos Diabetes dentro da minha casa, era urgente mudar os hábitos alimentares de todos. Mas tinha de ser eu a começar. Tinha de partir de mim a iniciativa e levar em frente a minha decisão de mudança. Foi duro, mas incrivelmente tinha um foco desmedido. Levei muito tempo sem sair do conceito. Recriminava-me se o fizesse ou pensasse fazê-lo. Era dura comigo mesma. Extremista e fundamentalista, na altura. Entretanto ganhei controlo sobre mim. Controlo que havia perdido com o aumento de peso.

  • Sentiste que as “tuas pessoas”, quem tinhas à tua volta, familiares, amigos, colegas, foram aliados ou trataram-te como um ET? 😊

Não senti pelo simples facto de não dar nome à minha mudança. Tive o apoio e a compreensão do meu marido, como tenho em tudo até hoje e isso era o que me bastava. Se houvesse um dia de preguiça, ele estava lá (e está…) para me ajudar a manter no foco, mesmo sendo ele a cozinhar… cozinha como se fosse eu e focado em mim e na minha necessidade de mudança.

Ser Feliz, Ser Paleo - Doces

  • Quando tiveste a “certeza” de que estavas no “caminho” certo? E quando as pessoas à tua volta se “renderam” à evidência (se aconteceu…)?

Quando as dores me largaram, quando as aftas deixaram de aparecer, que até à mudança eram constantes e super dolorosas. Nunca mais tive uma afta na boca desde que eliminei o Leite e o Glúten.
As pessoas à minha volta viram a minha mudança física. A perda de volume e de peso foi notória logo no primeiro mês, mas após 6 meses já tinham ido 10 kg à “vidinha deles”… mas ninguém se rendeu, nem tão pouco mudou. Tudo se manteve ao meu redor. Mas mudei eu. E era isso que me bastava, e basta.

  • Tens algum “episódio”, alguma “história” engraçada / diferente / marcante, de que te lembres, relacionada com estas opções de vida?

Após o diagnóstico de PHDA do meu filho mais velho foi-nos recomendado pela psicóloga e Pediatra de Desenvolvimento, a redução dos açucares e muito principalmente, os refinados. Uma alimentação saudável… Mas quando eu respondo que já não existem nas nossas vidas há mais de 2 anos, perguntam-me como consigo. Simplesmente deixei de comprar.

Se comem fora de casa? Provavelmente sim… Mas debaixo da minha asa tento sempre controlar ao máximo o seu consumo.

Ser Feliz - Dizer não ao açucar

  • Em quase todos que sentiram grandes benefícios nesta mudança de opções, surgiu um desejo altruísta de partilhar com as outras pessoas estes benefícios. Algumas pessoas, como tu, fazem os possíveis por divulgar o “conceito”, por vezes às custas de algum tempo para a família ou lazer… O que te motiva para tal? O que “te move”?

Adoro partilhar os benefícios. Gosto de partilhar as minhas escolhas e dar a conhecer o porquê de as escolher alertando sempre quando não são escolhas muito boas, mas são válidas e que não há duas Paleos iguais. O intuito é sempre motivar quem me segue a mudar. Incentivar a mudança. Pelo menos que tentem e que se foquem por um período de tempo na mudança. Não é só na mudança física, é no melhoramento da saúde.
Partilhar é sempre positivo. Podemos não agradar a todos os que por nós passam, mas chegamos sempre a alguém que precisava de nos ler e saber que não trava a sua luta sozinho.

  • Penso que tens feito um excelente trabalho, quer através da motivação das pessoas, com os teus exemplos, as tuas partilhas, histórias de vida e receitas, a tua página Facebook “Ser Feliz, Ser Paleo“… e sendo também tu uma mãe de três (não digo de 4, pois estás sempre a elogiar o papel do teu marido e o apoio dele aos teus projectos… 😉 ) !! 

  • Que novos projectos / planos tens para continuar esse “trabalho” em 2019? O que te motiva a continuar?

Gostava muito de voltar a ter tempo para cozinhar para fora, de manter as minhas encomendas Paleo a 100%. Voltar a organizar os meus Workshop’s e eventos em torno da Paleo.
Mas continuarei a partilhar o meu dia-a-dia e as minhas escolhas tanto quanto possível…

AGRADECIMENTO

O respeito pela integridade dos textos dos meus amigos “entrevistados” faz com que tenha de partilhar estes textos, que tanto me enchem de orgulho, como me fazem corar até À ponta das orelhas…

A ti, meu querido Edu, com quem tanto gosto de partilhar conhecimentos, de discutir assuntos e opiniões, de me sentar na mesma mesa que tu (e a tua linda esposa)…😍 a partilhar tão mais do que deliciosas refeições.. o meu Muito Obrigada. 💛Primeiramente pelo convite, por me teres escolhido para esta magnifica entrevista .. pela excelente iniciativa e trabalho que tens em dar do teu pouco tempo disponível, em prol da divulgação da Paleo.
Parabéns por este teu (tão nosso) cantinho e que continues a crescer e a espalhar o teu fantástico conhecimento. Obrigada por tudo…💛

Ser Feliz, Ser Paleo - Encomendas

 

 

 

 

 

 

 

A Liliana tem um feitio muito dela. Frontal e honesta vai directa ao assunto e para ser fiel a si mesma, também no discurso “não adoça” muito as respostas… 😉 e é, para além do seu extenso conhecimento e prática, o que a torna uma tão “eficiente madrinha” e tão útil e verdadeiros os seus testemunhos… OBRIGADO PELA TUA DEDICAÇÃO LILIANA e pelo tempo que dedicas a este “movimento”… FAZES DIFERENÇA!

PERFIS ANTERIORES:

A não perder os anteriores Perfis (disponíveis nos links abaixo), para ficar a conhecer um pouco melhor gente tão inspiradora…

Suzana Cardoso –  Sejam saudáveis, sejam felizes
Joana Franco e Abreu – 3 para as 2
Marta Simões – Na Caverna da Marta
Márcia Patrício – Os Temperos da Argas | Paleo
Evans AC – Doceira Diabólica ou Musa Inspiradora?!

 

Print Friendly, PDF & Email

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here