Estudo calorias vs Low Carb

… e reafirma que as calorias não são todas iguais…

Limitar hidratos de carbono e consumir mais gordura pode ajudar o corpo a queimar mais calorias, segundo um novo estudo clínico.

Investigadores descobriram que entre 164 adultos, envolvidos num estudo de perda de peso, aqueles seleccionados para  uma dieta baixa em hidratos de carbono e alto teor de gordura, “queimaram” mais calorias diárias, em oposição aqueles que receberam refeições com alto teor de hidratos de carbono. Em média,os seus corpos consumiam 250 calorias extras por dia, durante 20 semanas.

ESTUDO REFUTA IDEIAS CONVENCIONAIS

Os investigadores estimaram que, ao longo de três anos, isso se traduziria numa perda de peso adicional de 10 kgs  para um homem de estatura média.

Este estudo refuta o pensamento convencional de que apenas importa a restrição de calorias” (e recentemente publiquei um artigo que aborda essa questão…), disse o investigador chefe Dr. David Ludwig. Este é co-diretor do Centro de Prevenção de Obesidade, “New Balance Foundation”, no “Boston Children’s Hospital”. Devem talvez lembrar-se dele de uma excelente palestra sobre frutose, que já partilhei pelos Grupos Facebook… 😉

Ao invés disso, Ludwig refere, “…a fonte dessas calorias pode fazer toda a diferença ao colocar o  seu metabolismo a trabalhar contra ou a seu favor…“.

De acordo com Ludwig, os resultados apoiam uma teoria designada por “modelo de hidratos de carbono-insulina“. A premissa é que dietas ricas em hidratos de carbono processados ​​elevam os níveis de insulina, o que leva o organismo a usar menos calorias e, ao invés disso, armazena mais calorias como gordura. (já temos falado frequentemente nesse fenómeno… 😉)

O nosso estudo sugere que você se sairá melhor se se concentrar em reduzir os hidratos de carbono refinados, em vez de se concentrar em reduzir apenas as calorias“, disse Ludwig.

Ele e seus colegas relataram as suas descobertas, online no BMJ (British Medical Journal) uma das mais conceituadas publicações em medicina. 😉

ESTUDO DE ALIMENTAÇÃO

Muitos estudos ao longo dos anos tentaram responder à questão de se o baixo teor de gordura, ou baixo teor de hidratos de carbono seria mais eficiente para a perda de peso. Frequentemente esses estudos concluíram que há pouca diferença…

Esses estudos, no entanto, segundo Ludwig, são tipicamente estudos comportamentais, (e observacionais) em que as pessoas podem ou não seguir suas dietas (estudos mais prolongados, sem acompanhamento próximo, traduzem-se em frequentes taxas de abandono ou “fugas” aos pressupostos / limitações das dietas prescritas…

Nesse sentido, a equipa de investigadores conduziu um “estudo de alimentação” para controlar cuidadosamente o que as pessoas comiam. No contexto do estudo, tal significa que todas as refeições que os participantes ingeriram, foi fornecida pelos investigadores. Esta foi uma das maiores e mais longas experiências já realizadas, no intuito de apurar se as calorias são iguais para o nosso corpo. Com base nos resultados, a resposta parece ser um enfático não!

Estudo Alimentação

Inicialmente, 234 adultos com excesso de peso ou obesos foram recrutados para uma fase de “arranque”, com o objetivo de perder cerca de 12% do seu peso ao longo de 10 semanas. As suas dietas eram de baixas calorias e tinham quantidades moderadas de hidratos de carbono.

Desse grupo, 164 perderam peso suficiente e passaram para a próxima fase. Eles foram aleatoriamente designados para uma dieta Low Carb, Moderada Carb ou High Carb durante 20 semanas.

Pessoas com dietas pobre em hidratos de carbono obtiveram 20% das suas calorias provenientes de hidratos de carbono, essencialmente vegetais, frutas e feijões; Um total de 60% das suas calorias veio de gordura, incluindo fontes como carne, leite integral, queijo e nozes. Os 20% restantes de calorias vieram de proteína.

A situação foi invertida para as pessoas no plano de dieta rica em hidratos de carbono: 60% das calorias de hidratos de carbono e 20% de gordura. O plano moderado dividiu os dois nutrientes igualmente, em 40/40.

EFEITOS NA QUEIMA DE CALORIAS

Após 20 semanas, o grupo Low Carb parecia estar a queimar mais calorias – uma média de 250 a mais por dia, contra o grupo High Carb e 111 a mais, do que o grupo “Moderado Carb”.

Os investigadores não analisaram os efeitos de qualquer perda de peso adicional. Em vez disso, a ingestão de calorias de cada pessoa foi calibrada para MANTER o que já haviam perdido. O objectivo, explicou Ludwig, era concentrar-se nos efeitos das diferentes dietas na queima de calorias.

De acordo com a Dra. Anastassia Amaro, professor assistente de endocrinologia e metabolismo da Universidade da Pensilvânia, “o desenho do estudo é muito inteligente”.

Amaro, (que não esteve envolvida na pesquisa), refere que ela própria já sugere que os seus pacientes reduzam os hidratos de carbono quando estão a tentar perder peso.

Essas descobertas, ela disse, aumentarão a confiança dos seus pacientes nessas suas recomendações.

SEM GRÃOS E AÇÚCARES ADICIONADOS

No entanto, a Dra Amaro disse que a dieta Low Carb usada neste estudo não está pronta para uma “tradução direta” para o mundo real. A razão para tal, a Dra Amaro explicou, é que não está claro se terá sido indiscutivelmente a falta de hidratos de carbono, que foi o factor fundamental para os resultados.

“Esta é também uma dieta rica em gordura”, salientou Amaro. “É a falta de hidratos de carbono, o teor de gordura, ou ambos?

E quanto ao valor nutricional de tal dieta? Ludwig afirma que é saudável – permitindo frutas, legumes e uma quantidade “ilimitada” de vegetais, por exemplo.

O que não tem são grãos e açúcar adicionado“, sublinha ele.

Ludwig concordou, no entanto, que mais pesquisas são necessárias para mostrar se a abordagem é a melhor maneira de manter a perda de peso. Ele e os seus colegas recentemente iniciaram um novo teste que vai colocar uma dieta muito baixa em hidratos de carbono, contra uma que é rica em hidratos de carbono, mas baixa em açúcar, e outra que é rica em hidratos de carbono e açúcar.

E as pessoas que atualmente já têm um peso saudável? Será que uma dieta pobre em hidratos de carbono e gorduras também levaria os seus corpos a queimar mais calorias?

Essa é uma boa pergunta“, disse a Dra. Amaro – mas o desenho deste estudo não pode categoricamente respondê-la”…

Print Friendly, PDF & Email

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here