…ou porque um “miserável” dia de 24 horas mal dá pra “aquecer” / viver… 🙁

Alguns de vocês já questionaram a “ausência” de um novo artigo, habituados que estão ao recente ritmo de dois ou três por semana… 😉 e não, nem é porque esteja activamente empenhado na campanha para “abarbatar” algum dos prémios de Blogue do ano (até porque dizem que é preciso termos blogue há pelo menos um ano… 🙂 imaginem…).

Acontece realmente que me debato com o “horror” dos meus dias simplesmente não “esticarem” para além do padrão de 24h! É injusto e inconcebível que assim seja! Ainda por cima os meus dois empregadores insistem que eu tenho de justificar aquilo que me pagam e apresentar trabalho em qualquer dos meus dois empregos! Inaudito!

Se aliarmos essas dificuldades mundanas e mesquinhas imposições burguesas, a minha produção “pseudo-literária” é altamente afectada! Que será dos desgraçados indivíduos que se habituaram a depender dos meus escritos para ultrapassar a dependência de ansiolíticos para as suas noites de insónia? Estou convencido que a indústria farmacêutica, especialmente os fabricantes de ansiolíticos, sedativos e hipnóticos estão a esfregar as mãos de contentes…

O que me leva a referir que tenho à muito “na calha” um artigo sobre a extraordinária importância do sono na saúde humana e em particular no processo de emagrecimento com saúde (que não sei bem porquê é um tema que interessa a muita gente… 😀 )… enquanto não escrevo sobre esse tema, friso a fulcral importância de manter uma boa “higiene do sono” (hábitos que promovem uma boa noite de sono, nomeadamente deitar a um horário regular, evitar bebidas cafeínadas à tarde e noite (depende da sensibilidade individual, a mim pessoalmente mais que 15 cafés tiram-me o sono… 😉 ), não estar no computador ou tablet na cama, não ver televisão no quarto, evitar as luzes de tom “azul”…etc).

Na verdade o que me manteve “ausente” da publicação é estar a tentar fazer “malabarismo” com as várias ideias e projectos em curso (tanto estes pessoais como os profissionais…). Mesmo a escolha dos temas sobre os quais escrever é por vezes problemática… há tantos assuntos importantes sobre os quais gostaria de escrever… Mitos que seria interessante “demolir” e informação que considero seria útil transmitir a quem se debate com problemas de saúde que poderiam ser consideravelmente aliviados, com recurso a melhores opções ou adaptações nutricionais…

O processo de selecção temática não é realmente fácil… entre usar métodos acentuadamente científicos, como escrever temas em papeis e usar uma galinha “inocente” para “depenicar” / escolher o tema, ou atribuir-lhes signos do zodíaco e basear a escolha nas previsões da Maia… acabo frequentemente por escrever sobre dúvidas expressas pelos membros, em Grupos Facebook que ajudo a dinamizar.

Entre os projectos em que estou a trabalhar e que ocupou uma boa parte dos meus “pedaços de tempo livre”, está a compilação de um ebook que reúna todos os artigos / informação que já publiquei sobre o mecanismo de obesidade e com os conhecimentos / estratégias a aplicar para combater essa condição. A ideia será depois disponibilizar essa informação (em formato de “livro”, informação actualizada e reorganizada) quer aos actuais “assinantes” da minha Newsletter, quer a quem venha a subscrever esse download…Espero ter esse projecto finalizado durante a próxima semana…

Artigos que comecei a escrever e que ainda estão em forma de “esboço”, por terminar:

Mito da GORDURA| Porque nos fizeram crer que ingestão de gordura faz mal Mito do COLESTEROL | Porque nos fizeram crer que é algo negativo
Mito do Índíce Glicémico | Realmente saber escolher a frutaSER MULHER | Desvantagens da Prevalência de estrogénio
Protocolo Auto-Imune & Protocolo Wahls para doenças auto-imunes e inflamatórias

Regularmente vou tirando apontamentos, mentais e em caderno, sobre assuntos que gostaria de abordar…mas o tempo realmente foge-me “entre os dedos”… 🙁

Por outro lado se tiverem alguns temas sobre os quais gostariam que escrevesse, não deixem de aproveitar os comentários… 🙂

…e se tiverem alguma influência sobre quem “manda” no relógio universal, digam-lhes que precisava pelo menos 96h no meu dia…!! 😀

Print Friendly, PDF & Email

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here