… em que se fala de stress, maus hábitos alimentares e de sono, conceitos e dimensões de saúde, Mindfulness / meditação, foco e pensamento positivo, vantagens em processos de Coaching…etc…😉

MUITO IMPORTANTE: Em rodapé inscrição em processos de Coaching GRATUITOS

 

Concerteza vão concordar comigo que vivemos numa época “agitada”. Cada vez temos mais exigências, mais estímulos. Nunca existiram tantas máquinas, tantos aparelhos para nos facilitar a vida, para fazer mais em menos tempo. Nunca existiram tantos produtos “milagrosos”, tantas refeições prontas, tantos alimentos já descascados, pré-cortados, pré-fritos, já só falta pré-comidos…

Seria de pensar que teríamos todos mais tempo livre, mais lazer, tempo de qualidade com as nossas famílias.. Isso acontece com vocês? Se sim, parabéns! Vocês fazem parte da reduzidíssima percentagem que consegue “navegar” os mares revoltos das exigências modernas, sem consequências negativas para a saúde, vida familiar e social ou espiritual…

Em meio às exigências de carreira, produtividade / competitividade, ofertas múltiplas de actividades extra-curriculares para os nossos filhos (e por vezes estes têm uma agenda tão ou mais preenchida que a nossa…), tentativas de gerir vida social (real e virtual), acabamos por ter péssimos hábitos de sono, fazemos desastrosas opções alimentares, fazemos pouca ou nenhuma actividade física, dedicamos muito pouco tempo “real” à família e amigos, vivemos emersos em stress crónico…enfim…o oposto do que mais contribui para um verdadeiro Bem Estar e melhor Saúde, física e mental.

Estas situações acontecem-nos todos os dias, aos poucos, uma “má escolha” de cada vez,…até que se instalam, passam a fazer parte da nossa rotina e nem damos por elas.

Até um dia ser inevitável encararmos as consequências:

  • aqueles dez quilos a mais que já não conseguimos ignorar;
  • aquele cansaço constante;
  • a irritabilidade;
  • a falta de paciência com o cônjuge, com os miúdos…
  • ou com aquele colega de trabalho que “é tão chato” (e que provavelmente até passa por dilemas semelhantes…).

Desenvolvimento Pessoal / Saúde fisica

Conceitos de Saúde / Wellness

O nosso Bem Estar, o nosso nível ideal de Saúde é uma construção, uma soma de várias partes (perspectiva holística) em que os aspectos físicos são uma dimensão não necessariamente mais importante que os aspectos sociais e familiares, espirituais, profissionais / ocupacionais, emocionais, intelectuais, entre outros. Quando existe um maior desequilíbrio, em uma ou mais dessas dimensões, naturalmente isso irá repercutir-se no nosso estado geral de saúde.

Vulgarmente quando dizemos que alguém “tem saúde” ou “está saudável”, o que pensamos é que a pessoa está bem fisicamente. No entanto o conceito de saúde inclui a saúde física, a saúde mental e emocional, em dimensões como a auto-aceitação (estarmos bem com nós próprios, as nossas capacidades, a nossa imagem, etc…), as nossas “habilidades sociais” ou a forma como nos “encaixamos” e fluímos com o nosso “ambiente” e a percepção sobre o que acontece ao nosso redor.

A falta de tempo (ou a má gestão / má definição de prioridades..), de sono, de verdadeiras e enriquecedoras ligações aos outros, falta de actividade física ou exercício (não necessariamente a mesma coisa), falta de tempo para lazer, para a leitura, expressão artística, ou quaisquer que sejam as nossas “paixões”… fazem de nós seres humanos menos realizados, menos saudáveis, física e mentalmente.

O momento em que nos damos conta disso, em que adquirimos verdadeira consciência do que nos limita, nos impede de evoluir, é frequentemente um momento verdadeiramente libertador. Se conseguimos atingir esse nível de consciência sozinhos, fantástico! No entanto frequentemente estamos tão imersos nesses ritmos, nessas exigências, que mal damos conta dos “sintomas”, dos problemas que esses desequilíbrios provocam, quanto mais identificarmos sozinhos a sua origem ou que comportamentos verdadeiramente precisamos mudar para melhorar “o todo”.

Pensemos num problema de excesso de peso ou obesidade, uma preocupação tão comum a tanta gente. Frequentemente a culpa reside, numa primeira análise, em más opções alimentares, numa dieta que estará longe de ser a ideal. No entanto, por trás dessas escolhas, muitas vezes estão pressões profissionais e/ou familiares, maus hábitos de sono, uma baixa auto-estima, enfim múltiplas “influências” que se não forem identificadas e “trabalhadas”, não será uma simples alteração de dieta que vai atingir resultados eficientes e duradouros.

Geralmente é necessário tomar consciência do que está na raiz do “sintoma” (o excesso de peso) e reconhecer que para uma intervenção com efeitos sólidos e duradouros, deveremos priorizar a resolução “das causas” e não simplesmente “dos efeitos”. Por vezes é necessário que alguém “de fora” nos ajude a perceber que existem outras dimensões da nossa vida que temos de priorizar

MINDFULNESS ou atenção Plena

Falamos muito no “foco”, em “manter o foco”, na importãncia de nos concentrarmos nos nossos objectivos. Isso é Mindfulness. Mindfulness ou atenção plena é estarmos plenamente conscientes e presentes. Conscientes de nós próprios, do nosso corpo, das nossas emoções e do que se passa à nossa volta.Sempre no momento presente, porque passado e futuro são meras abstrações. Na prática não vivemos no passado, nem devemos estar presos ao passado. Na realidade só existe o momento presente e é nesse que podemos agir. É o que fazemos no presente que poderá influenciar o nosso futuro, sempre numa perspectiva positiva e não plena de ansiedades e preocupações. E isso é extremamente poderoso! Praticar mindfulness e introduzir meditação nas nossas vidas agitadas pode ser poderosissímo e transformador!

E a importância do foco, mais do que idealizarmos, ou planearmos os nossos objectivos, traduz-se no poder da “visualização” da nossa meta. De nos imaginarmos como tendo alcançado esses objectivos e explorarmos as sensações e emoções desse sucesso. Visualização pode ser a chave para a criação. Alguns estudos apontam a importância de visualizar os nossos desejos, a fim de criar um ambiente propício para o sucesso. No desporto de alto rendimento há muito que se sabe disso. Os grandes atletas visualizam-se a vencer, a ultrapassar os seus limites, visualizam toda uma jogada antes de a executar.

Sobre a importância de acreditar em nós próprios, de nos focarmos e de visualizarmos o cumprimento dos nosso objectivos, recomendo este TED TALK de Patti Dobrowolski (não se esqueçam de activar as legendas em português, disponíveis nas definições do video…)

E pensam vocês… que raio tem isto a ver com nutrição?! Estará ele a delirar? Bem… não tem nada a ver e tem tudo! A nutrição é importantíssima para a nossa qualidade de vida e Bem Estar, mas é apenas um elemento da equação e tanto afecta como é afectada por desequilíbrios em outras Dimensões da nossa vida…

Nesta fase da minha vida resolvi fazer um investimento em mais formação, maior empenhamento no meu Desenvolvimento Pessoal, com ênfase numa Certificação em Health & Wellness Coaching (a decorrer até Julho), um Curso Prático de Inteligência Emocional e outras ainda por agendar…

Como se 2 empregos, um site e um Podcast não fosse ocupação suficiente, resolvi investir em mais formação (saber nunca ocupa lugar), numa tentativa de ampliar a minha própria “bagagem” e munir-me de mais estratégias e ferramentas para eventualmente apoiar outras pessoas. Fui assim tratar do meu próprio Desenvolvimento Pessoal, de forma a perspectivar poder vir a ajudar outros. Essencialmente precisamos aprender a nos cuidar, para podermos ser bons cuidadores…

Vocês já me conhecem, já sabem como penso e como tento sempre ir “ao fundo das questões*, encontrar as fundamentações / bases e argumentos científicos para validar (ou refutar) afirmações e crenças. Quanto mais pesquisava, mais me convencia das vantagens da aplicação de processos de coaching no apoio à procura do “Wellness”, do estado ideal de Saúde e Bem Estar.

À medida que pesquiso e aprofundo conhecimentos em metodologias como Psicologia Positiva, Comunicação Não Violenta, Entrevista Motivacional, PNL – Programação Neurolinguística, Inteligência Emocional, Mindfulness, posturas de Não Julgamento, Não Critica, Perguntas Poderosas… entre outras… Cada vez me fazia mais sentido apostar em processos de Coaching, como pedra basilar na melhoria da saúde e Bem Estar.

Em Julho espero estar a concluir a formação em Wellness Coaching e eventualmente a adicionar-lhe outros cursos e formações na área (que esta temática é tão contagiante como a da Nutrição… :))

Desenvolvimento Pessoal / Mindfulness

Em outros artigos abordei as vantagens e benefícios de um processo de Coaching, podem ler mais aqui e aqui…

Recordo o que o Coaching em Saúde / Wellness pretende promover:

  • O auto-conhecimento e auto-cuidado;
  • A definição de objetivos pessoais interligados com a saúde e bem-estar;
  • A criação e estruturação de planos de ação alinhados com os objetivos definidos individualmente;
  • A transformação dos hábitos alimentares e o ajustamento à bio-individualidade de cada um sem restrições;
  • O reforço da autoestima e auto-confiança;
  • A gestão emocional do fracasso;
  • A prática de uma atividade física (não necessariamente a frequência de ginásios);
  • Um incremento na Crença em Si e na capacidade para ultrapassar desafios independentemente da sua magnitude.

E o que não faz um Wellness Coach:

  • não prescreve treinos, isso é tarefa do Instrutor de sala de exercício ou do Personal Trainer que nalguns ginásios e health clubs curiosamente também se chama Coach!
  • não prescreve medicação, nem lhe sugere qualquer tipo de alteração ou alternativa ao seu plano de tratamento;
  • não prescreve planos alimentares, nem aconselha nutricionalmente, nem sugere suplementação, nem proíbe de comer isto ou aquilo sob pretexto dos índices glicémicos ou dos aportes calóricos, não apresenta chás, programas alimentares, cápsulas, tupperwares, comprimidos nem batidos;
  • não substitui um médico, nem um terapeuta, nem as análises que tem que fazer regularmente!

O Coaching em saúde é ideal para quem:

  • tem baixa autoeficácia – pessoas que não se sentem capazes de mudar
  • tem fraca iniciativa e próatividade
  • tem presença de 3 ou mais fatores de risco ( sedentarismo, hipertensão, tabagismo, stress, obesidade, diabetes, dislipidemia são só alguns)
  • Presença de 1 fator de risco severo
  • Mais de 30 anos
  • Fumadores
  • Níveis de stress elevados
  • Indivíduos com doença crónica diagnosticada
Certificação Coach

COACHING PRO-BONO

Estando a decorrer até Julho a 2ª edição de uma Certificação em Helth & Welness Coaching, abrimos inscrições GRATUITAS (limitadas) para “clentes” de processos pro-bono (Prática Pro-bono supervisionada) que os formandos deverão levar a cabo. (Mais informações no formulário. NÃO PERCAM ESTA OPORTUNIDADE!

Print Friendly, PDF & Email

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here